Tendências para o Varejo em 2021
Tendências para o Varejo em 2021
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

2020 tinha tudo para ser um ano promissor para o Varejo, porém logo se transformou em isolamento social e relações completamente digitais. O COVID-19 obrigou a todos a passarem por inúmeras mudanças em um curto período de tempo e isso impactou diretamente todos os setores da economia. 

A pandemia e seus efeitos trouxeram novos hábitos e tendências para o varejo, e nem mesmo as empresas que já passavam por processos de transformação digital escaparam da corrida para atender às novas demandas de mercado com um cenário incerto. 

Parafraseando Wolverine no filme Logan, o mundo não é mais o mesmo e, com tantas mudanças, muitas novas tendências são esperadas para o varejo em 2021.  O que você espera para o seu negócio? Continue a leitura e conheça algumas das principais tendências para 2021.

O Varejo 

Quando a pandemia chegou, inúmeros varejistas foram pegos de surpresa. Já que poucos estavam preparados operacionalmente para uma migração acelerada para o e-commerce e, até então, o distanciamento social e o chamado lockdown eram conceitos inimagináveis.

Porém, todas essas mudanças trouxeram também impactos positivos para o setor, principalmente para o varejo online. Segundo relatório realizado pela Ebit | Nielsen, as vendas on-line bateram o recorde de faturamento, com um crescimento de 9% em relação a 2019. Em 2021 as expectativas são ainda mais animadoras, já que as vendas devem crescer 26%, mantendo a força do setor e indicando uma consolidação das lojas e marketplaces. Porém, como se adaptar a essa nova realidade? 

Mais do que uma venda, experiência 

No último ano, impossibilitados de sair de casa, muitos consumidores passaram a realizar suas compras de casa e, consequentemente, muitos começaram a ver vantagens na prática. Hoje, 64% dizem que pretendem continuar com esse hábito, mesmo quando a situação da pandemia se normalizar.

Entretanto, não foi apenas o consumidor que mudou, os varejistas passaram a apostar em  novas formas de venda e entrega de produtos. Agora, além das lojas físicas e e-commerce, podemos citar também as modalidades de drive thru, quiosques e lockers. 

Toda essa situação traz uma reflexão do papel das lojas físicas que de “venha e compre”, devem considerar a estratégia “venha e tenha uma experiência” para 2021. Segundo Alberto Serrentino, Fundador da Varese Retail, é preciso se desprender da ideia de que a loja física é um ponto isolado, é preciso ser reimaginada como um hub de experiências e serviços. 

Esteja onde seu cliente está

Não é de hoje que apontamos a importância de estar onde seu cliente está, apostando em uma estratégia omnichannel. Porém, com a crise ocasionada pelo coronavírus, a necessidade de estar em todos os canais se tornou ainda mais latente para o varejista em 2021. Afinal, não se trata apenas de estar em todas as redes e sim integrá-las como parte de uma só estratégia. 

Marketing de experiência 

As grandes redes varejistas passaram a maior parte do último ano explorando formas criativas de produzir anúncios e se adaptando ao “novo normal”. Em 2021 as coisas não devem ser diferentes, porém os planos deverão ser adaptados à realidade.

Com a forte concorrência no comércio eletrônico, é preciso oferecer ao seu público uma experiência personalizada de compra. E o marketing de experiência é uma estratégia e tanto para atingir seu objetivo. Esteja atento a sites de defesa do consumidor, como Reclame Aqui, treine sua equipe e conheça seu público. Investir em um processo de compra e pós-vendas interativo será um grande diferencial! 

Pagamentos instantâneos 

Com o lançamento do PIX, o Brasil trouxe à tona um serviço que já é a realidade de muitos países: o pagamento instantâneo. O método, que promete segurança e agilidade nas transações, ganhará companhia em 2021. Tendo em vista que outras soluções de pagamento digital devem se tornar populares, como o link de pagamento – que permite vendas por redes sociais e whatsapp, e também o pagamento por aproximação, que visa evitar o contato do consumidor com a máquina de cartão de crédito. 

Estratégias de curto prazo 

Em 2020, aprendemos que não é mais possível focar apenas no business plan de cinco anos. Hoje, as marcas precisam também traçar estratégias de curto prazo, pensando na implementação de ações rápidas. É preciso se adaptar à nova realidade e refletir sobre a retomada, que necessitará de mudanças rápidas de acordo com o comportamento do mercado e do consumidor moderno. 

Bônus: shop streaming

O shop streaming é um estratégia que vem sendo muito utilizada lá fora e conta com a tecnologia para realizar vendas. Através da transmissão ao vivo, é possível apresentar vitrines e detalhes dos produtos vendidos, ao mesmo tempo que interage com o público. Uma ótima estratégia para as marcas que desejam gerar mais engajamento com seus consumidores, além de trazer mais veracidade e humanização do negócio. 

A Tecnologia, a inovação e a experiência do cliente serão, de fato, as grandes tendências para o varejo em 2021. E aí, sua empresa já está preparada para acompanhar essas tendências? Conte com a Smart NX para isso!

Pronto para transformar o
relacionamento com seu cliente?