Black Friday: Como garantir o sucesso do seu negócio

PorRafaela Dornellas Atualizado em 28 de outubro de 2020

O último trimestre do ano costuma ser um período muito movimentado e esperado pelo o setor varejista. Afinal, datas como o Dia das Crianças, Black Friday e Natal impulsionam as vendas e inspiram consumidores a comprarem mais. Porém, o ano de 2020 tem sido totalmente atípico e o mercado tem muitas dúvidas sobre a efetividade de uma das datas mais quentes do varejo, a Black Friday!

Com a crise ocasionada pelo coronavírus, muitas empresas precisaram fechar as portas, mas em contrapartida, os e-commerces nunca cresceram tanto. Segundo pesquisa da ABComm, em parceria com a Konduto, entre março e abril o varejo online cresceu 47%. Desde o início da pandemia, mais de um milhão de brasileiros realizaram compras online pela primeira vez e, sem previsão para o fim, esse número deve se manter.

A BLACK FRIDAY

A data costuma ser bem recebida pelo setor varejista, sendo muito utilizada como termômetro para as vendas de natal. E, apesar da crise, esse ano promete não se diferente!

Segundo dados divulgados pelo Google no início do mês, em 2019, a semana da Black Friday foi o pico de buscas no site para 72% de categorias varejistas. Entretanto, entre os dias 26 de agosto a 22 de setembro deste ano, a marca já foi superada em cerca de 19 categorias.

Um estudo realizado pelo Mercado Livre também aponta crescimento de vendas na data e o marketplace já faz grandes projeções, como bater recordes de acessos e vendas. Segundo a pesquisa, o site deve receber cerca de 41 milhões de visitas em apenas um só dia. Além disso, 58% dos usuários cadastrados na plataforma já manifestaram desejo de fazer compras na campanha deste ano.

Segundo especialistas, os consumidores têm tido cautela na hora de realizar suas compras e, sem dinheiro, muitos deixaram para realizar suas aquisições durante o período de promoções. Um dos grandes indicativos do novo comportamento do consumidor é o aumento no tráfego dos e-commerces já no mês de outubro.

Esse aumento é compreendido pelo esforço do consumidor em se manter seguro e confortável no momento de suas compras. Além disso, as expectativas geradas por grandes promoções fizeram com que muitos iniciassem suas buscas por ofertas dias ou até meses antes. Ainda segundo o Google, 67% dos compradores pretendem confirmar online se um item está em estoque antes de ir à loja comprá-lo.

Mas afinal, como garantir o sucesso do seu negócio na Black Friday? É isso que você descobre agora, confira nossas dicas:

  • DESTAQUE SUAS PROMOÇÕES

Há uma grande preocupação com a economia, o desemprego aumentou e foi anunciado o fim do auxílio emergencial. Logo, o consumidor passou a buscar por boas ofertas, seja em lojas físicas ou online. Segundo pesquisa, cerca de 58% dos compradores de fim de ano irão esperar para comprar presentes até que eles estejam em promoção. Ou seja, o momento é de dar destaque as suas ofertas especiais. Quer saber como?

  • INVISTA EM BOAS ESTRATÉGIAS E ESTEJA BEM POSICIONADO

O primeiro passo para sair na frente é identificar o que o seu consumidor deseja saber para adquirir o seu produto. Além disso, é preciso estar atento aos meios que ele utiliza. Que tal enviar uma notificação push avisando que o produto que ele deseja está com desconto? Ou, quem sabe, um e-mail com um cupom de desconto e os produtos que entrarão em liquidação?

  • LOGÍSTICA

Em tempos de pandemia, uma boa logística é indispensável para que o seu produto chegue a seu consumidor final que está em casa, o aguardando ansiosamente. Por isso, seu processo deve transmitir o máximo de segurança, qualidade e transparência. Além disso, o prazo para entrega é um compromisso que não deve ser quebrado, porém sabemos que imprevistos acontecem. Então, mantenha um bom serviço de atendimento ao consumidor e dê toda a atenção que ele merece.

  • PREÇOS ATRATIVOS

A pandemia ainda não acabou e sabemos que muitas empresas ainda passam por dificuldades para se manterem. Logo, esse não é o momento para criar promoções apenas com o intuito de participar da Black Friday. Analise todas as suas possibilidades, que tal oferecer um bom desconto ou mesmo realizar uma liquidação com seus estoques parados? Ofereça um preço justo e competitivo e, principalmente, uma boa experiência de pagamento!

  • NÃO SE QUEIME COM O CONSUMIDOR

Por ser um período intenso de vendas e promoções, muitos varejistas se esquecem de respeitar o Código de Defesa do Consumidor. Não caia nessa! Segundo o Reclame Aqui, às 18h da última edição da Black Friday, o site já havia somado 7.100 queixas, o que representava um aumento de mais de 50% em relação ao mesmo período de 2018.

Ah, e não se esqueça das experiências no pós-vendas. Afinal, o consumidor tem o direito de trocar ou desistir de suas compras garantidos por lei.

  • EXTRA: CYBER MONDAY

Para quem deseja continuar com as vendas potencializadas após a Black Friday, vale a pena investir na Cyber Monday. Ela acontece na segunda-feira após a Black Friday e te ajuda a manter as promoções por mais tempo!

Segundo um estudo realizado pela ClearSale em conjunto com a Compre&Confie, em 2019, as vendas do e-commerce brasileiro levantaram R$ 483 milhões na Cyber Monday.

Curtiu as dicas? Então crie sua estratégia, confira seu estoque, aposte no diferencial e claro, conte com a Smart NX em suas estratégias.